VIDAS ALTERNATIVAS
Yahoo! Brasil busca avançada

Livro de visitas


              "O essencial não é visível aos olhos..."


Se é certo que os sentimentos não tem sexo e portanto amar é incondicional, não inerente a uma orientação sexual especifica, é também certo, que o deve ser independentemente da condição física dos indivíduos.

É neste sentido que desenvolvemos esforços para que seja possível uma maior abertura e aceitação daqueles que por alguma diminuição física não são diminuídos no poder de amar, de concretizar o amor.

O caminho a percorrer até a aceitação da homossexualidade pela sociedade em geral é grande, mais e maior o é na questão dos (d)eficientes, que são vistos assim como que duplamente deficientes pelo factor físico e o factor orientação sexual.

Felizmente, para muito de nós, isso pode simultaneamente querer dizer uma dupla luta na nossa afirmação enquanto indivíduos, e como tal com o direito e o dever de sermos respeitados nas nossas diferenças.

Para tal, a pouco e pouco tem-se vindo a unir esforços, vontades que o são na realidade de melhorar todos os dias, um pouco, na conquista dessa afirmação.

O orgulho de sermos quem somos passa essencialmente por respeitar os outros, fazendo com que nos respeitem, é esse o principio...
.                    O amor não tem sexo nem condição física....